Teletrabalho: Desafios, Dilemas e Desconexão

10 de maio de 2022 | 19h (Horário de Brasília)

Aula Magna de Direito do Trabalho e Previdenciário

Evento gratuito e aberto ao público

Palestrante

Advogado, Coordenador do Curso de Direito da UNINASSAU Recife , Professor do ATF Cursos Jurídicos, Palestrante.

Luann Matheus

Por que participar?

Embora trabalhar em casa seja uma resposta temporária à pandemia para muitas pessoas e empresas, para outras, essa transição pode servir como catalisador de uma nova maneira de fazer negócios nos próximos anos. De fato, a partir da pandemia de covid-19, tem-se visto e vivenciado um aumento do teletrabalho. Especialistas sugerem que a pandemia pode ter sido o ponto de inflexão para essa modalidade, sendo que muitas empresas já abraçaram o modelo. Algumas, como Microsoft, Amazon, Facebook e Google, adotaram a medida com seus trabalhadores pelo resto do ano de 2020, enquanto outras, como o Twitter, permitiram a adoção do teletrabalho de maneira permanente. Segundo a recente “Pesquisa de Gestão de Pessoas na Crise de Covid-19”, conduzida pela Fundação Instituto de Administração (FIA), 94% das empresas brasileiras aprovam o home office, tendo afirmado que atingiram ou superaram suas expectativas de resultados.

A mesma Fundação apontou que 70% dos empregados entrevistados gostariam de permanecer em regime de home office, integral ou parcial. Portanto, se antes da pandemia o teletrabalho ganhava dia a dia mais relevância, hoje se tem um cenário em que é ainda mais relevante, pois a calamidade causada pelo coronavírus provocou a necessidade de adaptação de rotinas e modos de trabalho, e, com isso, criou a oportunidade de as empresas e os trabalhadores avaliarem sua realização de fato.

Por que participar?

Embora trabalhar em casa seja uma resposta temporária à pandemia para muitas pessoas e empresas, para outras, essa transição pode servir como catalisador de uma nova maneira de fazer negócios nos próximos anos. De fato, a partir da pandemia de covid-19, tem-se visto e vivenciado um aumento do teletrabalho. Especialistas sugerem que a pandemia pode ter sido o ponto de inflexão para essa modalidade, sendo que muitas empresas já abraçaram o modelo. Algumas, como Microsoft, Amazon, Facebook e Google, adotaram a medida com seus trabalhadores pelo resto do ano de 2020, enquanto outras, como o Twitter, permitiram a adoção do teletrabalho de maneira permanente. Segundo a recente “Pesquisa de Gestão de Pessoas na Crise de Covid-19”, conduzida pela Fundação Instituto de Administração (FIA), 94% das empresas brasileiras aprovam o home office, tendo afirmado que atingiram ou superaram suas expectativas de resultados.

A mesma Fundação apontou que 70% dos empregados entrevistados gostariam de permanecer em regime de home office, integral ou parcial. Portanto, se antes da pandemia o teletrabalho ganhava dia a dia mais relevância, hoje se tem um cenário em que é ainda mais relevante, pois a calamidade causada pelo coronavírus provocou a necessidade de adaptação de rotinas e modos de trabalho, e, com isso, criou a oportunidade de as empresas e os trabalhadores avaliarem sua realização de fato.

Inscreva-se agora e fique por dentro deste tema

10 de Maio de 2022 | 19h (Horário de Brasília)

Participar

Polos parceiros em todo Brasil

200.000

Unidades próprias de Ensino Superior

+ de 400

+ de 60

Mil alunos

O grupo Ser Educacional é um dos maiores grupos privados de educação do Brasil.

O que nossos alunos estão dizendo.

“Sou formada em Direito, mas estava parada e afastada do mercado de trabalho. Então, em 2020 decidi voltar aos estudos e escolhi a UNINASSAU. Estou amando o acompanhamento com a minha tutora e todo suporte oferecido. Inclusive, ao terminar esta, já estou pensando em fazer outra. Sou muito grata a todos!”

Paula Germana Barbosa

PÓS EAD em Direito do Consumidor

Mário Gouveia

PÓS EAD em Metodologias Ativas

“Quando a pandemia chegou, senti a necessidade de me qualificar enquanto docente para oferecer aos meus educandos um ensino mais adequado à nova realidade. Por isso, me matriculei na Pós EAD em Metodologias Ativas da UNINASSAU e o melhor de tudo é estudar onde e quando puder, com uma proposta que associa teoria e prática. A satisfação é garantida!”

Estamos presentes em grande parte do Brasil. Conheça nossas marcas:

Estamos presentes no Norte, Centro-Oeste e em todo Nordeste, fortalecendo o aprendizado e o reconhecimento dos seus alunos em mais de 30 unidades.

Estamos presentes em todo o Norte, proporcionando qualidade acadêmica e incentivo à pesquisa. A UNAMA foi eleita a Melhor Universidade Privada do Norte, de acordo com o Ranking Universitário da Folha de São Paulo (2019).

Somos o Maior Centro Universitário do Norte e visamos proporcionar uma excelência acadêmica atrelada a uma ampla e moderna infraestrutura nas unidades Centro, Manaus Plaza e Cidade Nova.

Buscamos transformar o futuro dos alunos através de uma qualidade acadêmica que é conceito máximo no MEC e está presente nas cidades do Rio de Janeiro e em Belo Horizonte.

Somos a maior e mais antiga instituição de ensino superior da cidade de Guarulhos (SP), há mais de 50 anos formando gerações. Atuamos em três unidades: Guarulhos (Centro e Bonsucesso) e Itaquaquecetuba.

A marca nasceu no Digital, promovendo aos seus alunos Ensino Superior de qualidade, em todo o Brasil e formação a partir de 18 meses

Somos pioneiros e referência em saúde na região. Estimulamos desenvolver o conhecimento acadêmico dos alunos através de uma ampla e moderna infraestrutura na cidade de Cacoal (RO).

Somos referência acadêmica na Região do Cariri, proporcionando muito mais inovação, compromisso e reconhecimento aos alunos.

Há mais de 30 anos oferecendo Ensino Superior de qualidade no estado de Rondônia, continuamos fazendo história, junto com os milhares de profissionais formados que fazem a diferença no mercado de trabalho.

Desenvolvemos proposta pedagógica inovadora consciente dos determinantes mais radicais do processo de inclusão-exclusão.